June 27, 2006

Pisando o Mundo.


Estes são meus pés.

Eles têm pisando lugares fantásticos ao longo dessa minha,
ainda, insipiente existência.

Eles não querem parar, têm pretenções que minha alma, meu frágil corpo custam a acompanhar.
Meus pés, se falassem, contariam histórias muito gostosas de serem ouvidas, histórias que causariam espanto, riso e até dor. Dor da despedida, dor de coração, dor de lágrima. Os risos seriam provocados pelos sons múltiplos causados por múltiplos seres que já passaram pela minha vida. Espanto?! Sim, muito espanto pelas coisas estranhas que eles jás pisaram...

Mas acho que diriam mais do quanto já sorri,
de onde eles já me levaram,
estradas a fora... aventuras.
Meus pés...

4 comments:

Anonymous said...

Como assim endereço??
Roberta

Anonymous said...

não consegui achar o endereço do blog dele...
mas já perguntei...
bjin
Roberta

Adson de Melk said...

Brancos teus pés de tão pungentes sonhos se tornam pintura.
Gravuras eternas se sonhas com donzelas sedentas de brancos sonhos que adoçam.

Estou encantado com teu caminhar.

kelly said...

que deliciosas palavrras, caríssimo meu!!