October 25, 2009

Um armário

Desenhei um armário para o meu quarto, fiz planos pra dar tudo certo.
Chamei meu irmão, minha mãe e falei sobre a reforma.
Eu sempre quis um quarto feito como eu queria.
Eu sempre quis que muita coisa lá, no meu quarto, fosse do meu jeito.

E chamei pedreiro, fiz orçamentos, fui em lojas de material de construção, madeireira, pedi coisa em outra cidade. É tão legal comprar coisas pra casa, é bom ir construindo um sonho, ir fazendo aos poucos e perceber que nunca acaba e que é sempre um começo.

Certas experiências deixam a gente melhor, menos egoista, menos egocêntrico; e esta, de re-construir meu quarto foi uma. Enquato os pedreiros e carpinteiros, que por lá passaram, iam trabalhnado eu ficava por perto, não pra vgiar só, mas principalmente pra admirar e aprender.

Aprendi que, pai de família, amigo, conselheiro, confidente pode ser tudo uma coisas só, em uma pessoa só. Incrível como se presta pouco atenção em gente que sabe tanto.
Essas pessoas me ajudaram, deram idéias, mudaram alguns entendimentos que eu tinha, me fizeram sorrir, me animaram e aconselharam a continuar outras reformas.

Teve muita gente reunida pra me ajudar a concre-tizar o sonho, e isso é o mais legal, pois quando olho as paredes, o chão, o armário, o teto, a porta, a janela, o lustre, vejo muito mais que objetos, e tintas e piso, vejo trabalho, vejo realização, suor e alegria.

1 comment:

** Heart and soul ** said...

estava com saudades....
bjs