November 23, 2010

Entre a Loucura e a Razão


Tudo acontece de repente
Entre a loucura e a razão.
Ah, essa vida mata a gente
De tédio e paixão.
Tudo não passa de um momento,
Um pensamento, uma visão.
Enquanto os minutos se afogam
Eu encho de amor e cachaça
Minha solidão.
Vou pouco a pouco aprendendo o jogo,
Se a vida é a ferro e fogo
Eu não contrario, não.
Prego um sorriso nos lábios,
Pinto alegria nos olhos,
Planto ironia no coração.
Toquinho/ Belchior

6 comments:

Anna said...

tem jeito de retwittar?

Kelly Cândido said...

Como assim Anna, não entendi... Sou analfabeta digital meu Deus???

...Evellyn... said...

Adorei o poema... essa parte de "Eu encho de amor e cachaça minha solidão..." Muito brasileiro... ^^
A cada esquina um bar...

Um abraço.

Kelly Cândido said...

Obrigada pela visita Evellyn! Volte sempre!

Anna said...

Ahahahah!!!! Retwittar é republicar com os cr´ditos de que foi vc quem publicou primeiro... Tipo isso!

Kelly Cândido said...

Pode Anna, claro!