October 18, 2007

Rir, manter o humor, cassetear...




Rir é sinal de saúde. O bom humor, especialmente compartilhado, tem uma dimensão social importante.: nos livra de possíveis ataques de melancolia e aumenta a possibilidade de harmonização. Com bom humor criamos novas soluções, modificamos o ambiente e influenciamos mais gente. Somos mais preparados para viver quando recuperamos nossa habilidade de nos divertirmos. A expectativa de fazer algo bom é também essencial e causa de grande prazer, pois envolve esperança, que é um sentimento de expansão. Ter expectativas positivas é tão necessário para o organismo como comer bem e se exercitar. As histórias animadas com bom humor, sustentam nossos sonhos, dando a devida proporção aos tropeços, mistérios e sucessos da vida.




Tenho percebido que diante do nosso contexto político e ecônomico ver casseta e planeta tem me deixado de bom humor, afinal a falta, quase que geral, de escrúpulo no congresso nacional acaba nos afetando de tal forma que se se parar pra pensar a respeito não se tem nem vontade rir. Mas, equanto não criamos coletivamente a consciência da necessária Revolução, temos que manter a saúde: rir é sinal de saúde, "mas rir de mais é desepero". O limiar é tênue e a "realidade" atual é dramática. O que fazer? Agora? Rir, rir e pensar!


1 comment:

Hermes Bernardi Jr. said...

Olá, Maritaca!

Obrigado pr sua visita ao meu blogue. om relação à sua pergunta, conto muitas histórias e de muitos e diferentes autores. As que voc~e se referiu ainda não conheço, mas se puderes me enviar os livros integraremos ao projeto com prazer, pois o projeto não dispõe de verbas para aquisição de obras. Sobrevive de doações de amigos e editores conhecidos.

Abraços
Hermes